O trabalho de um consultor empresarial

(21/09/2018) Por Jerson Campoli

Experiência é uma das qualidades mais importantes para qualquer profissional, mas nem sempre é possível começar um caminho ou gerir mudanças em sua empresa e, ao mesmo tempo, conseguir que sua equipe tenha a experiência necessária. É ai que entra a consultoria empresarial.

Um tipo de serviço que ganhou popularidade nos anos 90, quando muitas empresas foram privatizadas na época, e nem todas tinham a experiência necessária de seus funcionários para fazer essa transição. O consultor entrava em cena para passar a experiência que tinha e organizava algum tipo de mudança de caminho.

Com o tempo, outros fatores como sistemas de certificação, mudanças do mercado, alto custo tributário, e outros temas além o objetivo principal das empresas, fizeram também com que os mesmos profissionais ganhassem ainda mais espaço, já que conseguiam ter a experiência necessária para um trabalho específico, sem precisarem se capacitar para todo o resto da empresa.

A empresa precisa de selo de qualidade, ou passa por uma mudança estrutural, às vezes até apenas o surgimento de uma nova ferramenta empresarial, mudanças no cenário tributário, mas nenhum de seus funcionários ou o seu profissional de contabilidade têm a expertise necessária para isso. Entra em cena, então, o consultor empresarial, profissional que irá coordenar a mudança ou a aplicação das leis às mudanças necessárias para a obtenção do objetivo a ser perseguido, entender o rumo que sua corporação está seguindo, por exemplo, e, ao final do trabalho, simplesmente deixa de prestar serviço para a empresa.

Mas não se engane, se tornar um consultor empresarial não é tão fácil quanto muitos imaginam.

Diplomas e certificados não são o suficiente para vender consultoria empresarial

É lógico que, por se tratar de trabalhos específicos diante de demandas específicas, não existe uma formação acadêmica de consultor. Por outro lado, o profissional que vende consultoria empresarial, além de contar com a experiência da atuação no mercado, precisa estar sempre atualizado e em dia, e possuir vivências no mundo corporativo.

Portanto, graduações irão ajudar muito, mas nada irá substituir a mão na massa e a renovação. Um consultor que não acompanha as mudanças do mercado está fadado ao fracasso.

Isso passa tanto por um bom currículo, quanto por uma postura que consiga condizer com suas capacidades. É preciso causar uma boa impressão e fazer com que o cliente ache que está lidando com um profissional gabaritado da área. Alguém que inspire ele até.

O cliente precisa saber como podemos ajuda-lo nessa hora de expansão ou mudança, assim como, na hora do trabalho em si, tudo que você quer passar precisa ser bem passado. Uma comunicação clara é a garantia de que todos irão seguir seu planejamento e sua experiência valerá cada real investido em você.

Essa comunicação é de suma importância para que nossas idéias e nossos planejamentos sejam seguidas por uma equipe inteira.

Empresas de consultoria precisam lidar com diferentes perfis de clientes

O consultor não consegue se estabilizar em um mesmo lugar, serão sempre empresas diferentes, com chefes diferentes, equipes diferentes e problemas e soluções diferentes.

Por isso, uma consultoria empresarial pode ser um trabalho complicado e desgastante, mas a impressão de conseguir estar exercendo uma profissão onde toda sua experiência é levada em conta e isso irá fazer as empresas atingirem seu objetivo final é gratificante demais.

 

2018-09-23T14:51:19+00:00

Leave A Comment

 

Use a camera do seu celular e salve os contatos na agenda.

Este site usa cookies e serviço de terceiros, por exemplo link do Facebook. Procuramos seguir boas práticas a exemplo da "General Data Protection Regulation" da União Europeia. Ok